PLÁGIO DE ALTA DENSIDADE RESTRITO

O plágiode alta densidade restrito é semelhante ao plagio de alta densidade amplo, só que são parágrafos sequenciais vindos de uma fonte comum, mas com indicações distintas de autores.

Isso ocorre quando encontramos um trabalho muito bom e copiamosna íntegra seus parágrafos, inclusive com os autores citados pelo autor original do trabalho, como se tivessem sido pesquisados por nós.

Veremos a seguir: O PLÁGIODE ALTA DENSIDADE RESTRITO

A primeira vista o texto parecerá perfeito, pois haverá alternância de autores, citações diretas e indiretas (parafraseadas), mas, quando examinado por um programa anti plagio, a sequência copiada da outra obra será evidenciada e o plágio confirmado.

EXEMPLO DO PLAGIO DE ALTA DENSIDADE RESTRITO

Todos os parágrafos do exemplo foram extraídos do trabalho fonte de Felipe Pacheco (2012)

Parágrafo 1...

Parágrafo 2... (CABRAL, 2009, p. 25)

Parágrafo 3... (FONTES, 2005)

Parágrafo 4...

Parágrafo 5... (RICARDISON, 2006, p. 12)

O problema está em que todos esses parágrafos estão no trabalho de Pacheco (2012), sendo que o parágrafo 1 e 4 são de autoria do aluno, próprio autor do trabalho. Os demais autores foram pesquisados por Pacheco.

A ação de plagiar ocorre quando copiamos, por exemplo, todos esses parágrafos (de forma sequencial) para dentro do nosso próprio trabalho, como se as fontes citadas pelo autor original fossem nossas, inclusive colocando-as em nossa referência bibliográfica.

Quando este tipo de plagio se torna um problema ?

Visualmente esse problema não é perceptível, mas quando utilizamos um programa farejador de plágios, o mesmo faz a indicação da fonte externa como única de todos esses parágrafos. Neste caso, a percepção ocorre de 2 formas:

  • Nos próprios parágrafos, pois o programa indicará a fonte em cada um dos parágrafos.
  • No trabalho como um todo, pois o programa indicará uma alta incidência desta fonte como percentual geral de uso da mesma no trabalho.

Solução ideal para corrigir o plágio de alta densidade restrito

Usar o "apud" indicando o autor original do trabalho.

Por exemplo: (FONTES, 2005 apud PACHECO, 2012, p. X). Neste caso, deverá intercalar novos autores a estas frases, pois são como se viessem de um único autor.

Solução alternativa para correção deste tipo de plágio

Reescrever de forma integral (paráfrase completa) o parágrafo vindo do autor secundário, incluindo esse autor em suas referências. Não abusar desse recurso e fazer, antes da entrega, uma análise de plágio